Riade, a capital da Arábia Saudita

A capital da Arábia Saudita chama-se Riade – Riyadh – e tem cerca de 8 milhões de habitantes.

Como todo o resto do país, a capital Riyadh fica situada no meio do deserto, tendo então temperaturas superiores a 50 graus durante o Verão. No Inverno é frio porque as amplitudes térmicas do deserto são muito grandes.

A Capital da Arábia Saudita é também conhecida pelas suas enormes tempestades de areia que se elevam a dezenas de metros de altitude deixando uma visibilidade miníma de cerca de 11 metros de distância.

O rei Abdulaziz Ibn Saud tornou Riade a capital do país em 1932 alguns anos depois de conquistar a Arábia Saudita, criando então o reino da Arábia Saudita que conhecemos hoje.

Um dos marcos da cidade de Riade é o arranha-céus Kingdom Centre. Este edifício tem 43 andares e 302 metros de altura. O Kingdom Center foi inaugurado em 2002.

A Faisaliah Tower é outra torre em Riade e tem 267 metros de altura. Este arranha-céus foi projectado pelo arquitecto britânico Norman Foster.

Vamos conhecer Riade (Riyadh)

Riade Arabia Saudita
Riade Arabia Saudita

A capital da Arábia Saudita é Riade, uma verdadeira megalópole com quase sete milhões de habitantes, localiza-se no centro do país. Apesar de até ao final da Segunda Guerra Mundial não ser mais do que uma pequena cidade provincial, a localidade existia já desde tempos remotos, sob o nome de Hajr, designação que se manteve até ao século XVI.

O seu crescimento iniciou-se nos anos 40 do século passado. Quando o rei Saud ascendeu ao trono, em 1950, Riade tinha cerca de 85 mil habitantes.

O novo monarca iniciou um programa de modernização centrado na área reservada à Coroa e estruturou o desenvolvimento da cidade numa planta geométrica com vias amplas e rápidas a conduzirem dos emergentes subúrbios para o centro.

O aumento da população foi-se mantendo a ritmo galopante. Em 1960 tinha atingindo 150.000 pessoais, em 1972 alcançava o meio milhão e entre 1974 e 1999 o número de habitantes cresceu quase 10% por ano.

Palácio Al Masmak

Aeroporto de Riade

Trata-se de uma cidade ampla, muito dispersa, composta por quinze bairros e estruturando-se em torno de duas avenidas principais que se cruzam na Praça do Cairo: a Avenida King Fahd, correndo de norte para sul, e a Avenida Makkah, que se estende de este para oeste e a sul da qual se encontra o centro histórico de Riade.

Hoje em dia Riade combina modernidade com património histórico. A Fortaleza de Masmak, construída em 1865, é uma referência incontornável, assim como o são o Palácio de Murabba e o Museu Nacional, ambos localizados no bairro de al-Murabba. O centro histórico da antiga Riade ocupava uma área de apenas 1 km2, onde hoje se podem ver ainda alguns segmentos das muralhas e umas quantas casas de lama. Contudo, como ao crescer Riade abraçou outras povoações que se encontravam nas suas imediações, podem ser apreciados pequenos núcleos históricos no que hoje são os bairros de Diriyah, Manfuha e Wadi Laban.

Os edifícios modernos têm uma posição de relevo na capital saudita, com o destaque a ir para a Torre Real do Relógio, também chamado de Makkah. Com os seus 601 metros de altura trata-se do edifício mais alto do país e o terceiro mais alto do mundo. Existem depois quatro edifícios acima dos 300 metros de altura e oito entre os 200 e 300 metros.

No que toca ao clima, Riade caracteriza-se por temperaturas acima dos 45 graus nos meses de Verão com recuos a tocar os zero graus nas alturas mais frias. É extremamente seca e por vezes é envolvida por tempestades de areia provenientes dos desertos que a rodeiam.

O transporte no interior da cidade depende dos automóveis e a rede de transportes públicos é pouco eficiente. Não existe um sistema de metro, apesar de estar em desenvolvimento. Para já a solução é usar táxis, mas será melhor usar pontos de referência como pontos de destino do serviço, já que as moradas específicas são pouco usadas.

Categorias Destinos